21
nov
2017

Casamento | Maria Cecillia + Fellipe

A história de Maria Cecillia e Fellipe começou de uma maneira atípica. Arrisco dizer que parece que foi tirada de um filme, sabem? Pronto:

“Em 2009 uma das minhas melhores amigas me mandou uma mensagem em pleno feriado da semana santa. Na mensagem ela dizia que tinha encontrado o homem da minha vida, que ele era um amigo de uma conhecida e que tinha certeza que a gente devia se conhecer. Aos 19 anos eu achei muita graça daquela história e não botei fé nenhuma. Acontece que, na época, encontrei o Orkut (eita!) de Fellipe, realmente achei ele era bem interessante e comecei a stalkear. hahaha Mas demoramos muito a nos conhecer, não tinha oportunidade e nem contato o suficiente de ninguém próximo para nos apresentar. Após meses de torcida das nossas amigas, que sempre que se encontravam diziam que tinham que fazer esse encontro, a amiga dele resolveu passar meu msn pra ele, mesmo sem nos conhecermos. Ele me adicionou no mesmo dia, conversamos por horas e horas e marcamos um encontro pra semana seguinte. Começamos a namorar poucos dias depois e, após 8 anos de namoro, estamos aqui casados! Se ele é realmente o homem da minha vida eu não sei, mas, pelo andar da carruagem, parece que sim! hahaha” Alguém duvida?

Cecília nunca sonhou com casamento clássico, queria algo leve e de preferência ao ar livre. Logo após o noivado encontrou a Casa de Chá e amou o projeto, que na época ainda não havia nem sido inaugurado. Foram um ano e 3 meses intensos de organização. A ideia era fazer um casamento para as pessoas mais próximas e que tivesse a cara do casal. 

“Eu comecei a salvar inspirações (que ocuparam tanto espaço no celular que me fizeram criar um Instablog, o @anelnodedo) e decidi que queria algo no estilo boho. A ideia era misturar flores e materiais (até livros, a gente ama e tem muitos) de uma maneira descontraída e harmônica e apostar nos detalhes. Quando cheguei na festa nem acreditei: estava praticamente igual aos meus sonhos! Fiquei ainda mais feliz por boa parte dos convidados vir nos dizer que tinha encontrado a gente em cada detalhe, que estava tudo muito parecido conosco. Era exatamente essa ideia de personalidade que a gente queria levar. Na semana do casamento o tempo virou e acabei tendo que contratar um toldo para a parte da festa que ficaria ao ar livre, mas queria manter a cerimônia sem cobertura. No dia do casamento, após a entrada de todo o cortejo e na hora exata da minha entrada, começou a chover. Felizmente a Casa de Chá tem guarda-chuvas transparentes e lindos que foram distribuídos aos convidados. Eu me mantive esperando a chuva passar, respirei fundo e lembrei que tinha que entrar linda. haha Esperei, esperei e nada. Então resolvi ir de guarda-chuva mesmo, mas na hora da minha entrada na passadeira a chuva sumiu! Estava tudo exatamente como sonhei e não me senti no direito de reclamar nem da chuva. Quando a gente sonha em casar ao ar livre, sabe que está sujeita a esse tipo de coisa, mas eu jamais casaria em um local que não tivesse a nossa cara e sem dúvidas faria tudo exatamente igual. O conselho que dou é: não vai sair tudo como planejado, mas agradeça por aquele dia mágico estar acontecendo e deixe os contratempos de lado. Aproveitamos muito cada momento e sem dúvidas todo o estresse e correria da organização valeram a pena!”

A festa, linda e cheia de personalidade foi registrada pelas lentes da En Passant Fotografia:

Amo casamentos cheios de personalidade e cheio de detalhes lindos!

Felicidades, Cecília e Fellipe! Obrigada por dividir esse momento com a gente!

Beijos,

Beca.

Cerimonial: Criativas | Decoração e Buquê: Atelier Guada | Bandas: Orquesta Maximus e Wagner e Berg | Buffet: Fiordes | Grinalda: Verde Joia Natural | Fotos: En Passant | Filmagem: Romeu e Julieta Films | Doces: Margot Doces Finos | Local: Casa de Chá | Bem-casados: Wilde | Cabelo e Maquiagem: Ayla Martins | Bolo: Elton Cakes | Iluminação: Humberto Sonorização | Convites: Detail Papelaria | Kit Toillet: Carol Pepe Papelaria | Drinks: Flutê Drinks

Deixe seu comentário!

13
nov
2017

Projeto Reflorescer #5

No dia 29 de outubro aconteceu a quinta edição do Projeto Reflorescer – ação social feita pelo blog! Nós pegamos flores que foram utilizadas em uma cerimônia de casamento e que iriam pra o lixo, transformamos em pequenos buquês e levamos à asilos pra uma manhã cheia de amor! Se quiser conhecer mais sobre o projeto é só clicar aqui.

Hoje vou compartilhar tudo o que aconteceu nessa última edição e não poderia deixar de fazer alguns agradecimentos. Começando por Tainá, noiva fofa que doou as flores do seu casamento que aconteceu na Capela do Colégio Damas, aqui em Recife. Muito obrigada, querida!

Nós conseguimos as flores, mas nada seria possível se não fossem os mais de 40 voluntários que toparam dedicar um pouquinho do seu domingo pra levar alegria pra quem tanto precisa. Cada um deles tornou esse dia ainda mais bonito!

Obrigada bem especial ao Ministério Reuel que fez uma apresentação de dança liiinda e abrilhantou nossa manhã. À Decolores Home Beauty que cuidou com tanto carinho das idosas do Instituto Padre Venâncio fazendo unhas, maquiagem e até cortando cabelos. À Doce de Leite Cakes, que presentou todos os voluntários com um bem casado pra lá de delicioso. E ao Super Click, estúdio de fotografia que registrou tudo com muita sensibilidade e é responsável pelas fotos lindas que vocês verão agora:

Alguém tem dúvidas de que foi um momento inesquecível? É impossível viver algo assim e continuar da mesma maneira. Nós saímos renovados e muito felizes!

Que venha a sexta edição!

Beijos,

Beca.

Deixe seu comentário!

7
nov
2017

Decor: CasaCor Recife 2017

Hoje é dia de post em parceria com o ArquiteturASSIM sobre decoração! Com a palavra, Evel e Graci:

“Nossa coluna de hoje vai falar sobre a CasaCor Recife!

Não sei se vocês sabem mas a Casacor é a maior mostra de arquitetura das Américas. Não só de arquitetura, mas design de interiores e paisagismo também. Ela acontece em várias capitais do Brasil e até no Peru. Em Pernambuco, a exposição está acontecendo no lindo casarão localizado na avenida Rui Barbosa, 471, na frente da Pizzaria Atlântico. Ao visitar a casa, você poderá apreciar os ambientes projetados por grandes nomes da arquitetura pernambucana e ficar por dentro de tudo que é tendência mundial. Tem espaços para todos os gostos!
Num evento desta importância, a arquiteturASSIM não poderia ficar de fora!


Nesta edição da Casacor, somos autoras do projeto do banheiro público funcional. Para este espaço trouxemos uma proposta mais conceitual. A ideia foi propor ao visitante um momento de pausa e contemplação num lugar inusitado. Enquanto você lava suas mãos, não é sua imagem refletida no espelho que você vê e sim, uma série de vídeos com imagens e sons da natureza. Como o tema deste ano da mostra é sobre o que é essencial, ao deslocar o espelho do local esperado, sugerimos que você tire o foco de si mesmo e vislumbre uma nova perspectiva. Para nós essencial é a nossa relação com a natureza e seus recursos.

Assim, todos os materiais foram pensados para ser pano de fundo para a grande protagonista que é a projeção. Desde o tecido no teto, um veludo de seda verde, até a iluminação mais dramática, a idéia era criar uma atmosfera parecida com uma sala de cinema. No piso, um porcelanato com um padrão de acabamento natural (Nór, fabricado pela Ceusa) e para fazer o fechamento dos boxes, escolhemos painéis pretos em material refletivo, elegante e discreto, bem como os metais na cor gold mate e as louças pretas com acabamento fosco. Uma proposta nossa também foi criar um ambiente que integrasse as pessoas.

Desta forma decidimos por uma área onde as pessoas lavassem as mãos juntas, uma bancada única, em dekton (matéria com máxima resistência à manchas e riscos, zero porosidade e à prova de calor) foi projetada para dar ideia de que está suspensa através do uso de espelhos e iluminação. Os boxes unissex, abrem todos para este grande hall. Dentro de cada cabine, o porcelanato tridimensional ao fundo e nas laterais um revestimento de alto brilho preto são o cenário para a exposição do fotógrafo Celso Brandão. Neste ensaio, ele retrata a Ilha do Ferro, povoado entre Sergipe e Alagoas onde artesãos transformam em arte a madeira descartada pela natureza, transformando-a em bancos, esculturas e diversos objetos. É de lá que vem o mobiliário do nosso ambiente, uma cadeira e banquetas únicas, desenhadas pela natureza e trabalhadas pelas mãos destes habilidosos artistas.


Depois de falar um pouco sobre nosso espaço vamos falar de mais alguns que chamaram nossa atenção. Uma observação importante é perceber que na maioria dos ambientes o uso do espelho se destacou, na entrada principal por exemplo, ele aparece em recortes pouco convencionais. O uso de tecidos como revestimento de tetos e paredes também merece atenção. A versatilidade desse material tem se mostrado uma ferramenta interessante de trabalho para arquitetos e designers de interiores. Falando em versatilidade, observamos o uso de serralharia em vários ambientes. Estantes e detalhes em perfis metálicos customizados conforme as necessidades do projeto. Como padrão de acabamento, a cor bronze ainda se apresenta forte nas luminárias, espelhos e metais. Para os noivinhos que estão montando seu ap, o banheiro do casal apresenta uma proposta bem legal, com revestimento num porcelanato que imita aço cortein, apresentou uma bancada para maquiagem e 2 cubas (ah se todos os banheiros pudessem ter 2 cubas!!!). Além de uma banheira de sonho!!!! Na varanda, o espaço a céu aberto convida para um momento de relax. Com uma chaise que da vontade de você se jogar e ficar por la mesmo 😊😊😊 todo o mobiliário é aconchegante e os decks laterais de madeira recheados de plantinhas fazem vc se sentir num jardim de cinema.

Saindo de lá, dê uma passada no closet. Uma proposta elegante e moderna com o uso do couro na frente das gavetas e espaços bem definidos para cada um. No térreo da casa, você encontra uma cozinha diferente. Ela agrega estar e jantar também. Com a temática da cana de açúcar, o design das peças mais moderno tem um toque de cor num sofá com estampa desenvolvida exclusivamente para a mostra. Esperamos que esta coluna descrevendo apenas alguns espaços desta importante mostra de arquitetura tenha deixado você com bastante curiosidade.

Por mais que a gente tente, as sensações e percepções permitidas pela arquitetura só são possíveis de se sentir ao vivo!
Aguardamos vocês!!!”

Eu amei!!! A CasaCor é parada obrigatória para as noivas que estão na missão de organizar a casa nova!

Para ver mais posts sobre home decor clique aqui! Acompanhem as meninas do Arquitetura Assim no facebook e instagram (@arquiteturassim)!

Beijos,

Beca.

Deixe seu comentário!