19
nov
2014

5 dúvidas sobre cerimonial

O

rganizar um casamento envolve muitas decisões importantes. E é natural que algumas – ou váárias – dúvidas surjam ao longo do caminho. Pra nos ajudar a solucionar algumas delas convidamos Vivi e Thyago, da Trizz Assessoria e Eventos, que são experts quando o assunto é protocolo/cerimonal para casamentos. Vejam algumas questões frequentes e que geram dúvidas na cabeça de muitas noivas:

greenweddingshoes-com-1

“Se os noivos tem pais separados, como deve ser o protocolo?”

Sempre nos reunimos com os noivos antes do evento. Desta forma conseguimos identificar tais situações, pois montamos juntos o roteiro e protocolos a serem seguidos. Neste momento eles nos contam todos os detalhes sobre as famílias. Em caso de pais separados já vimos de tudo um pouco, mas geralmente eles colaboram em prol da felicidade dos filhos. Já fizemos casamentos onde no altar foram colocados, além das cadeiras para os pais dos noivos, cadeiras para os atuais cônjuges; outro onde os pais foram colocados nas mesmas cadeiras que os padrinhos, pois entre eles foi colocado um casal de padrinhos (que eram filhos do casal). Enfim… Existem muitas possibilidades e adaptações.

padrinhos-e-madrinhas

“Posso convidar quantos padrinhos e madrinhas eu quiser?”

Não existe um número máximo de padrinhos e geralmente o casal já tem bem decidido tanto na quantidade como quem serão seus padrinhos. Porém no momento das assinaturas os celebrantes sempre solicitam um casal de cada lado para assinar.

TUM_7095-2

“Minha melhor amiga não é casada. Como faço para colocá-la como madrinha?”

Os casais de padrinhos não são necessariamente formados por casais casados e os noivos podem optar por formar os pares com os melhores amigos. Quando a noiva não encontra um par que combine com a sua melhor amiga, citamos como alternativa elas entrarem como demoiselles.

noiva-atrasada3

“Como fazer se a culpa pelo atraso da cerimônia não for da noiva, e sim de algum padrinho/madrinha ou convidado?”

Sempre brincamos quando dizemos que a única pessoa que pode se atrasar no dia do casamento é a noiva. Mas esse comportamento já deixou de ser “elegante”, pois entre os convidados existem crianças e idosos, os quais ficam muito cansados com os atrasos.
Por isso, na semana do evento entramos em contato com todos os padrinhos, madrinhas, fornecedores e celebrante, para confirmar o horário do casamento. Desta forma, tentamos evitar ou reduzir os atrasos.
Conosco essa situação aconteceu em poucos eventos. Em um deles foi uma tia do noivo que tinha vindo de longe. Ele ficou muito chateado mas esperou ela chegar, enquanto a noiva dava voltas pelo quarteirão. No segundo, o pastor atrasou por acreditar que a noiva também atrasaria. A noiva já estava aguardando por ele há 30min no estacionamento da igreja.

photochanel-R000742afaK

“Não quero passar muito tempo tirando fotos e acabar perdendo o melhor da festa. O que faço?”

Hoje em dia a maioria dos fotógrafos trabalha com a proposta do fotojornalismo (que é fotografar de forma suave, clicando os noivos em momentos mais espontâneos e menos fotos posadas). Durante as reuniões de montagem do roteiro definimos com o casal algumas fotos protocolares, geralmente com os pais, padrinhos e algum parente como avô e avó. Depois disso eles estão liberados para aproveitar a festa e tirar fotos com os seus amigos e parentes da forma que ao mesmo tempo eles aproveitem toda a festa.

 

Se tiverem mais dúvidas, deixem ai nos comentários e quem sabe isso não rende outro post :D

Beijos,

Manu.

Deixe seu comentário!

Você também pode gostar de algum desses

Como escolher as músicas da cerimônia
Oliveira + Valença
Barros + Lucena

Deixe seu comentário