Categoria

Preparativos

15
dez
2014

Lua de Mel por Silvana Bertolucci

V

ida de noiva não é fácil, são muitas coisas pra organizar e muitos detalhes a serem pensados. Além do casamento em si, todos os preparativos, os chás, a casinha nova e a tão sonhada lua de mel. A lua de mel sem dúvidas é uma das viagens mais esperadas da vida, um momento de descanso e uma maneira de começar bem a vidinha de casada. Para esclarecer todas as dúvidas sobre essa viagem, sobre como e quando organizá-la e até pra saber o destino ideal pra você, conversamos com a Silvana Bertolucci, que além de comandar a HipTour (agência de viagens incrível), tem um blog que fala só sobre viagens. Então, ninguém melhor que ela para nos ajudar, certo?!

Quando perguntamos quais os destinos nacionais mais procurados e indicados, a Silvana nos listou o Kenoa, resort que fica localizado a apenas 30km de Maceió, Alagoas. O Ponta dos Ganchos, resort super charmoso em Santa Catarina e o famoso Txai, localizado em Itacaré, na Bahia.

luademelkenoa1 (640x451)                                                                                                        Kenoa

ponta dos ganhos2 (640x360)                                                                                                 Ponta dos Ganchos

txai (640x432)                                                                                                   Txai Itacaré

Já entre os destinos mais procurados no exterior, estão as Ilhas Maldivas, situadas no Oceano Índico ao sul do continente asiático, e o Taiti. “As Ilhas Cook, na Polinésia, também tem se revelado o destino queridinho em que os casais em lua de mel estão começando a apostar”, nos contou. 

maldivas (640x426)                                                                                                         Maldivas

maldivas2 (640x426)                                                                                                       Maldivas

taiti (580x400)                                                                                                               Taiti

taiti1 (640x430)                                                                                                            Taiti

“Para decidir o melhor destino para cada casal é muito importante traçar o perfil de cada um para que o local seja escolhido conforme a expectativa de cada casal. O ideal é começar a planejar a viagem com 6 meses de antecedência, porque se deixar pra pensar um pouco mais perto do casamento, os noivos já estarão com muita coisa pra resolver e com pouca paciência pra pensar na lua de mel“, explicou Silvana. Para os casais que não tem a disponibilidade de passar muitos dias viajando, ela dá a dica: “Lugares próximos e de fácil acesso fazem a viagem valer mais a pena nesses casos, pois não se perdem muitos dias de deslocamento e o casal tem mais tempo para aproveitar a estadia no local escolhido”.

honey2 (426x640) (2)

Para os casais que procuram uma lua de mel mais econômica ela disse: “Evitar os locais mais badalados e na moda seria uma boa dica. Para unir o que se quer ao que se pode investir é necessário ter a expectativa conforme o que se pode gastar”. E para todos os casais, o que a Silvana indica é que “estejam em sintonia, é necessário expressar o que realmente gostam e se adaptar ao que querem e não ao que está na moda”. Muito sábia, heim!?

Além de ser uma super expert na hora de pensar em lua de mel, a Silvana está realizando casamentos no exterior, o famoso “destination wedding”. Então se seu sonho é casar em um cenário totalmente diferenciado, ela é a pessoa certa pra procurar. Como “plus”, algumas fotos lindas de casamentos realizados por ela na Toscana. Um sonho, não?

1 - gianniugolini.com WEDDING 2629_ridimensionare (1) (640x425)

2 - gianniugolini.com WEDDING 2648_ridimensionare (640x427)

3 (640x427)

2

1 (640x427)

3 - gianniugolini.com WEDDING 2956_ridimensionare (427x640)

É isso, espero que tenham gostado e esclarecido todas as dúvidas sobre lua de mel.
O contato da Silvana é pelo email silvana.bertolucci@hiptour.com.br.
E para acompanhar tudo sobre viagens vale a pena acompanhá-la pelo insta!

Silvana, muito obrigada pela disponibilidade e atenção. Desejo muito sucesso e muitas viagens mundo a fora!

Beijos,

Beca

Deixe seu comentário!

19
nov
2014

5 dúvidas sobre cerimonial

O

rganizar um casamento envolve muitas decisões importantes. E é natural que algumas – ou váárias – dúvidas surjam ao longo do caminho. Pra nos ajudar a solucionar algumas delas convidamos Vivi e Thyago, da Trizz Assessoria e Eventos, que são experts quando o assunto é protocolo/cerimonal para casamentos. Vejam algumas questões frequentes e que geram dúvidas na cabeça de muitas noivas:

greenweddingshoes-com-1

“Se os noivos tem pais separados, como deve ser o protocolo?”

Sempre nos reunimos com os noivos antes do evento. Desta forma conseguimos identificar tais situações, pois montamos juntos o roteiro e protocolos a serem seguidos. Neste momento eles nos contam todos os detalhes sobre as famílias. Em caso de pais separados já vimos de tudo um pouco, mas geralmente eles colaboram em prol da felicidade dos filhos. Já fizemos casamentos onde no altar foram colocados, além das cadeiras para os pais dos noivos, cadeiras para os atuais cônjuges; outro onde os pais foram colocados nas mesmas cadeiras que os padrinhos, pois entre eles foi colocado um casal de padrinhos (que eram filhos do casal). Enfim… Existem muitas possibilidades e adaptações.

padrinhos-e-madrinhas

“Posso convidar quantos padrinhos e madrinhas eu quiser?”

Não existe um número máximo de padrinhos e geralmente o casal já tem bem decidido tanto na quantidade como quem serão seus padrinhos. Porém no momento das assinaturas os celebrantes sempre solicitam um casal de cada lado para assinar.

TUM_7095-2

“Minha melhor amiga não é casada. Como faço para colocá-la como madrinha?”

Os casais de padrinhos não são necessariamente formados por casais casados e os noivos podem optar por formar os pares com os melhores amigos. Quando a noiva não encontra um par que combine com a sua melhor amiga, citamos como alternativa elas entrarem como demoiselles.

noiva-atrasada3

“Como fazer se a culpa pelo atraso da cerimônia não for da noiva, e sim de algum padrinho/madrinha ou convidado?”

Sempre brincamos quando dizemos que a única pessoa que pode se atrasar no dia do casamento é a noiva. Mas esse comportamento já deixou de ser “elegante”, pois entre os convidados existem crianças e idosos, os quais ficam muito cansados com os atrasos.
Por isso, na semana do evento entramos em contato com todos os padrinhos, madrinhas, fornecedores e celebrante, para confirmar o horário do casamento. Desta forma, tentamos evitar ou reduzir os atrasos.
Conosco essa situação aconteceu em poucos eventos. Em um deles foi uma tia do noivo que tinha vindo de longe. Ele ficou muito chateado mas esperou ela chegar, enquanto a noiva dava voltas pelo quarteirão. No segundo, o pastor atrasou por acreditar que a noiva também atrasaria. A noiva já estava aguardando por ele há 30min no estacionamento da igreja.

photochanel-R000742afaK

“Não quero passar muito tempo tirando fotos e acabar perdendo o melhor da festa. O que faço?”

Hoje em dia a maioria dos fotógrafos trabalha com a proposta do fotojornalismo (que é fotografar de forma suave, clicando os noivos em momentos mais espontâneos e menos fotos posadas). Durante as reuniões de montagem do roteiro definimos com o casal algumas fotos protocolares, geralmente com os pais, padrinhos e algum parente como avô e avó. Depois disso eles estão liberados para aproveitar a festa e tirar fotos com os seus amigos e parentes da forma que ao mesmo tempo eles aproveitem toda a festa.

 

Se tiverem mais dúvidas, deixem ai nos comentários e quem sabe isso não rende outro post :D

Beijos,

Manu.

Deixe seu comentário!

5
nov
2014

Noivei: e agora?

D

epois de dizer seu primeiro “sim” e se tornar, oficialmente, noiva, é comum bater aquele pequeno desespero. E agora? O que fazer? Qual deve ser a minha primeira decisão como noiva? Por isso que listamos abaixo os cinco primeiros passos pra quem acabou de aceitar o pedido de casamento do seu amor.

 

1. Defina o orçamento juntamente com o noivo

20100402-wedding-budget-600x411

Passou a época em que casamento era dever apenas dos pais. Hoje em dia a independência financeira chega cada vez mais cedo e em muitos casos os próprios noivos arcam com todos os custos de uma festa de casamento. Por isso que o primeiro passo deve ser este: conversar! Uma boa conversa é essencial para que tudo corra bem. Afinal, não dá pra começar a vida de casada já com problemas financeiros decorrentes dos gastos do casamento né? Então estabeleçam um budget e definam quem pagará o que (se será tudo dividido por dois, se os pais irão ajudar, etc). É importante realizar tudo dentro da realidade financeira do casal, pois essa é a melhor forma de evitar problemas futuros.

2. Escolha suas prioridades

wedding-cars-champagne

Nada em um casamento é barato hoje em dia. Mas uma forma de cortar custos é definir qual será sua prioridade. Em que item, especificamente, você está disposta a investir mais grana? Algumas sonham desde pequenas com seu vestido de noiva e preferem investir muito dinheiro nisso. Outras não abrem mão de um convite super diferente, marcante, não importando o preço que vá ficar. Na minhã opinião as prioridades devem girar em torno de três itens: comida, bebida e música. Esse “tripé” é responsável por toda a animação da festa. Buffet_-_zest_cozinha_criativa___Nome_do_produto_-_Polentinha_do_amor_Fotos_-_Thomas_Kremer

3. Contrate uma assessoria/cerimonialista

wedding-planner

Pode parecer clichê ou apenas uma “modinha”. Mas acredito que uma boa assessoria reduz o risco de falhas em um casamento para quase zero. Além do que nosso estilo de vida atual, onde a mulher tem que conciliar mil coisas ao mesmo tempo, pede por uma pessoa que se dedique exclusivamente a tornar seu sonho realidade. O papel da assessoria/cerimonialista é acompanhar todos os preparativos do casamento, indicar fornecedores, enviar orçamentos, atualizar planilhas e checklists, entre tantas outras atividades. Além disso, ter uma assessoria para o dia do casamento garante tranquilidade caso algum imprevisto aconteça. É um investimento que vale a pena, na minha opinião.wedding-planner-istock

4. Marque a data

unique-save-the-dates-for-weddings.001

Ainda que vocês só queiram ou possam se casar daqui ha 2 anos, por exemplo, marque a data. É uma forma de já ir se preparando (seja financeiramente ou emocionalmente) para o grande dia e todas as mudanças de vida que ele traz consigo. Eu sou do time que prefere noivar só quando puder marcar a data. Pra mim, ficar noiva anos e anos sem ter nenhuma perspectiva só aumenta a ansiedade e expectativa do casal. Então, não deixa o noivo te enrolar por muitos anos, hein? hahahaha

5. Reserve a igreja e casa de recepções

igr.-madre

Hoje em dia as igrejas e casas de recepção estão mega concorridas e quanto antes garantir a data, melhor. Além do que se sua opção for realizar a cerimônia e a recepção em locais diferentes, vai ser preciso arranjar a mesma data nos dois lugares. Então se adiante e marque logo essa data. Tem igrejas aqui em Recife, como a Madre de Deus, que já estão com a agenda lotada para 2015 :O

 

E ai, anotaram tudo direitinho? O que acham desses posts explicando as etapas do casamento?

Espero que as informações tenham ajudado e tranquilizado todas vocês. Afinal, a fase de organização de um casamento deve ser prazerosa, e não fonte de estresse. Então aproveitem muito essa fase maravilhosa e se divirtam escolhendo cada detalhe do final feliz de vocês!

Beijos,

Manu.

Deixe seu comentário!