13
jul
2016

Como ser a madrinha perfeita

O

 post de hoje não é dedicado às noivinhas, mas sim para as madrinhas. Sem dúvida elas têm um papel todo especial no casamento, afinal é muito importante ter do nosso lado pessoas queridas e que fazem parte da nossa história, né? Como eu sei que muitas noivas também já estiveram ou estão no papel de madrinhas, fiz esse “guia” de como ser uma madrinha perfeita!

12920240_10154016403448070_45336099090900176_n

  • Não se convide

Primeira “regra” super básica: não se convide para apadrinhar ninguém. Claro que existem amigos muito queridos que a gente faz questão de participar do casamento de uma forma especial. Mas imagina que situação chata para os noivos lidar com esses convites inesperados. Existem casais que possuem muitos amigos, ou uma família enorme, e que têm a maior dor de cabeça pra conseguir “administrar” os padrinhos e madrinhas. Por isso, espere o convite chegar e, caso não chegue, seja compreensivo com os noivos.

  • Seja presente

Melhor do que gastar rios de dinheiro com presentes caros, o melhor presente que você pode dar aos noivos é a sua presença (foi mal o trocadilho hahahaha). Seja ela física ou emocional. Se coloque à disposição para ajudá-los no que precisarem – afinal um casamento envolve muitos detalhes – e sempre que possível pergunte se estão precisando de alguma coisa. Tenho certeza que essa demonstração de carinho vale mais do que qualquer bem material.

  • Dê apoio emocional

Sabe a expressão “Bridezilla”? Aquelas noivas que estão a ponto de arrancar os cabelos? Acredito que toda noiva passa por algum momento assim nos preparativos para o grande dia. E nesses momentos, tudo que elas precisam é de alguém para escutá-las e dar apoio emocional. Por isso, seja aquele “ombro amigo” que sua amiga tanto vai precisar em momentos difíceis durante o período pré-casamento. Isso só vai fortalecer a amizade de vocês e deixá-la mais tranquila para curtir cada etapa da preparação.

  • Se possível, ajude na organização do chá

Noivado, casamento religioso, casamento civíl, organizar a nova casa, preparativos para a festa… A vida da sua amiga noiva já está suficientemente corrida, não acha? kkkkk Então se você puder ajudar na organização de um chá bar, por exemplo, será uma grande mão na roda para a noivinha. Se não puder fazer tudo sozinha, a dica é reunir um grupo de madrinhas, dividir as tarefas e por a mão na massa.

  • Respeite a vontade da noiva

Pode acontecer da noiva querer que as madrinhas vistam uma tom parecido, uma cor específica ou até que todas vistam o mesmo vestido. Nesse caso, respeite a vontade dela, afinal se trata de uma data super importante onde ela quer que tudo saia do jeitinho que sonhou. Caso haja algum motivo que dificulte a sua escolha do traje, seja sincera e converse com a noiva com antecedência. Juntas vocês podem achar uma forma de contornar qualquer possível imprevisto.

  • Não atrase!

Outra regra super básica, mas que dá a maior dor de cabeça aos noivos que querem ser pontuais. Muitos casamentos acabam atrasando não por conta da noiva (a coitada, sempre leva a culpa kkkk) mas por madrinhas/padrinhos que atrasam toda a cerimônia. Para evitar esse tipo de situação (ou até perder a chance de participar do cortejo, tendo em vista que alguns noivos estabelecem um limite de tolerância para o atraso dos padrinhos), se programe e tente ao máximo chegar na hora estabelecida pelo cerimonial – geralmente uns 40min antes do horário marcado para a cerimônia.

  • Escolha um look adequado

Parece meio óbvio, mas não custa nada reforçar: madrinha de vestido branco ou preto NUNCA! Não tão óbvio assim, vale pegar leve na make e não abusar dos brilhos do vestido. Afinal, o destaque da noite deve ser a noiva. Então aposte em uma produção elegante e discreta, assim não tem como errar.

02_Casamento_FE+GU_1506

Eu ainda sou meio iniciante na função madrinha – só ocupei o cargo duas vezes – mas baseada nas minhas experiências pessoais, coloquei aqui o que acho que podemos fazer para desempenhar esse papel da melhor forma possível, transformando o grande dia em um momento ainda mais significativo e fortalecendo os laços de amizade.

No final das contas, o primordial é focar no que importa: na felicidade dos noivos e no momento especial que eles estão compartilhando com os amigos e familiares. Seguindo essa regra, não tem como dar errado! :)

E vocês, o que acham que “pode” e “não pode” quando se é madrinha/padrinho? Me conta nos comentários!

Beijos,

Manu.

*As fotos que ilustram esse post foram do casamento de Fernanda e Gustavo, um dia muito especial pra mim e que já contei todos os detalhes aqui.

Deixe seu comentário!

Você também pode gostar de algum desses

Casamento | Jennifer + Rubem
Martins + Guimarães
Lari + Timo
Ximenes + Mendonça

Deixe seu comentário