27
out
2014

Diário de Viagem: Praia da Pipa

N

o final de semana retrasado peguei a estrada e fui pra Pipa comemorar meu aniversário com meu namorado e um casal de primos. Foi a segunda vez que visitei a praia potiguar e meu amor por ela só aumenta a cada nova visita.
Pipa tem aquele clima balneáreo que eu amo, praias maravilhosas, diversas opções de passeios e uma gastronomia variada. Como esse é o destino escolhido por alguns casais para lua de mel, pensei em compartilhar com vocês algumas dicas e experiências que tive nessas viagens.

Onde ficar
Exitem muitas opções de hotéis, pousadas e resorts em Pipa. Se você gosta da badalação, escolha as pousadas e hotéis na rua principal (Av. Baia dos Golfinhos) como o Pousada Tartaruga ou Toca da Coruja.
Agora se você quer descansar e relaxar vale escolher um local mais afastado do centro. O ponto negativo é a distância pra ir de um lugar pro outro, mas se você for de carro, como eu, isso não se torna um problema.
Da primeira vez que fui pra Pipa fiquei numa pousada bem mais ou menos, que não indico. Mas dessa vez escolhi a Bakano Eco e me surpreendi positivamente.

IMG_0312
Quartos limpos, cama confortável, ambiente super tranquilo e cheio de natureza. Eles seguem uma proposta “eco friendily” e os quartos são construídos em containers. Além disso o aquecimento da água é solar e eles reulitizam materiais como pneus, pallets e garrafas PET na decoração. IMG_0309 IMG_0308
O café da manhã é uma delícia e os funcionários super atenciosos. O único ponto negativo: não tem TV nos quartos. Mas pra quê ver televisão quando se tem um paraíso desses pra aproveitar, né?

IMG_0307

O que fazer

1. Praias – Passar um dia na praia, relaxando e pegando um bronze. Nada melhor né? Você pode escolher entre a Praia do Centro (mais movimentada, cheia de ambulantes), a Baía dos Golfinhos e a Praia do Amor. Tem a do Madeiro também, mas fica distante.

Pra quem quer relaxar a Baía dos Golfinhos é perfeita. Pouca gente (pois o acesso até lá é dificíl. Precisa de uma caminhada de uns 10 min e com a maré baixa pra conseguir chegar), mar limpinho e os golfinhos por todo lado! Eles ficam lá, se exibindo, o dia inteiro. Coisa linda! Você também pode alugar pranchas de Stand Up Paddle ou caiaques por R$30/hora.

foto 1

Já a Praia do Amor é mais badalada, cheia de surfistas, mas ainda sim mais tranquila do que a do Centro. Lá também é possível fazer umas aulinhas e alugar pranchas de surf. As bacarras da praia são bem legais, com espreguiçadeiras confortáveis e tal. O acesso também é um pouco difícil: precisa descer uma escadaria improvisadas nas rochas enoorme. Mas vale a pena :)

IMG_1907

2. Chapadão – Visual incrível, rende boas fotos e selfies. kkkkk Tanto no inicio do dia como no final da tarde é show!

IMG_1873

 

foto 2

3. Passeios de barco – Na Praia do Centro tem vários carinhas vendendo esse tipo de passeio, a maioria para nadar com os golfinhos. Fiz da primeira vez e se for por conta dos golfinhos, não vale a pena viu? Você só os vê de bem longe. E pra quem enjoa muito, é bom levar um remedinho. No final do passeio eu já estava zonza. kkkkk

IMG_1876 IMG_1884

 

Onde comer
Minha parte favorita! kkkk Meu namorado fala que eu só penso em comida, e ele tem toda razão. Antes de viajar passo horas pesquisando restaurantes legais pra conhecer. Alguns lugares que indico:

1. Dall’italiano – De todos que fui até agora, o melhor de Pipa. Sou completamente apaixonada por comida italiana e o Dall (apelido carinhoso que demos hahaha) é fantástico. Garçons bem treinados, comida maravilhosa e preço SUPER justo. Pra vocês terem uma noção, esse prato enorme de spagethi a carbonara custou R$18! As pizzas são ótimas também e o cardápio é super variado.

GOPR5760 IMG_0357 GOPR5751913977_10151563693798094_1155162317_o

2. Caxangá – Perfeito pra um almocinho após um dia na praia. Tem uma vista de tirar o fôlego, comida muuito boa e opções pra todos os gostos. O preço é um pouco mais salgado, mas vale negociar com os garçons, eles podem fazer um “pacote” especial. Na última vez que fui eles sugeriram uma entrada + prato principal (lagosta e peixes grelhados com legumes, MARA!) por um preço bem abaixo do praticado, algo em torno de R$150 pra quatro pessoas. Outra dica é: sempre vem mais comida do que o esperado. Se no cardápio disser que serve duas pessoas, tenha certeza que serve três e ainda sobra.

Sem título

GOPR5713

3. Prazeres da Carne – Foi uma grata surpresa. Essa churrascaria é nova la em Pipa e tem um serviço que eu, particularmente, nunca vi aqui em Recife. Você escolhe as carnes direto do “açougue” e o churrasqueiro assa na hora, ali na sua frente. Tem poucas mesas e deve ficar bem cheio nos horários de pico. Mas vale super a pena. Preço justo também. O almoço foi tão bom que esqueci de tirar fotos :/

4. Árabe de Pipa – Perfeito pra começar a noite em Pipa. Ambiente típicamente decorado, com mesinhas pra sentar no chão mesmo, e cardápio bem árabe: faláfel, kebabs, homus, kibes, esfihas… Tudo que provei estava uma delícia. Assim como em todos os restaurantes de lá, o atendimento é um diferencial. Os drinks também agradaram bastante (peça a limonada síria, top!).

IMG_0400

5. Muxima’s – Ambiente simples e comida com tempero caseiro. Pelo custo/benefício vale a visita.

377743_139709142840475_442486021_n

6. Aruman – Ainda não fui conhecer pessoalmente, mas é suuper recomendado. Bom chegar cedo pois a noite sempre lota. Tem crepes e drinks e fica na rua principal.

DSC3609-681x1024aruma-01-(4)

7. Guaca Mex y Co. – Outro que está na minha listinha para conhecer das próximas vezes. Um mexicano super descolado, fica na mesma rua do Árabe e do Prazeres da Carne. Bom pra “forrar o bucho” antes da night. hahahaha

DSC03733 guaca-mex-y-co Guaca-Mex-Y-Co-Pipa-1

 

Bom, espero que as dicas tenham ajudado. Se tiverem outras sugestões compartilhem com a gente aqui pelos comentários.

Beijos,

Manu.

Deixe seu comentário!

 

Você também pode gostar de algum desses

Lua de mel | Alagoas
10 destinos nacionais para lua de mel
Diário de Viagem: Buenos Aires
Lua de Mel por Silvana Bertolucci

Deixe seu comentário