27
jul
2016

Gastos inesperados do casamento

T

odo mundo já sabe que um casamento envolve muita organização e um grande investimento (de tempo, dinheiro…) Por isso muitas noivas começam a se planejar com a maior antecedência possível, o que deixa o investimento financeiro menos pesado, uma vez que terão mais meses para parcelar os serviços contratados. Mas você sabia que tem alguns gastos “inesperados” que pegam muitas noivinhas de surpresa? Aqueles detalhes de última hora que podem se tornar uma grande dor de cabeça se você não se programar. Pensando nisso, listei alguns deles aqui para ajudar você que, assim como maioria das noivas, quer ter tudo sob controle para que nada dê errado no grande dia (e após o casamento).

  • Taxa de ECAD

Nem todo mundo sabe, mas as casas de recepção exigem o pagamento da taxa de ECAD – calculada por pessoa – para a realização da festa. Essa taxa, cobrada pelo Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), se refere aos direitos autorais das músicas que seriam tocadas durante a festa. Se tiver algum grupo musical ou DJ, tem que pagar a taxa. É bom, desde o inicio, se informar no local onde acontecerá a festa ou no próprio escritório do ECAD para não ser pego de surpresa às vésperas do grande dia.

  • Aumento da lista de convidados

Se engana quem pensa que aumentar a lista de convidados consiste em apenas pagar senhas extras ao buffet. Ao aumentar o número de pessoas na festa, outras coisas eventualmente podem precisar ser aumentadas também como número de garçom, quantidade de bebida e lembrancinha. Além disso, muitos casais são surpreendidos no pós festa, quando o buffet cobra o número de convidados que ultrapassou o valor contratado inicialmente.

  • Plano B

É muito importante, principalmente em casamentos ao ar livre, estabelecer um plano B caso chova, por exemplo. Mas na maioria das vezes, o plano B só é pensado de última hora e não planejajo com antecedência. Por isso muitas noivas se encontram dias antes do casamento atrás de aluguel de toldos. E o pior: quanto mais perto da data, menor o número de fornecedores disponíveis, maior o preço e pior a condição de pagamento. Então caso precise de um plano B, se certifique de que ele já está planejado, pago e “executável” antes mesmo de precisar usá-lo

  • Peças perdidas/quebradas

Toda festa tem aquele convidado meio sem noção, né? kkkkkk E quando ele leva pra casa de “lembrança” uma peça de prata da decoração? :O É, esse tipo de imprevisto acontece e os noivos devem ressarcir o fornecedor. Além disso, alguns buffets cobram pelos copos ou louças quebrados durante a festa.

Espero que essas dicas ajudem vocês. E vou adorar saber quais outros gastos de última hora você já teve no seu casamento – me conta nos comentários! :D

Beijos,

Manu.

Deixe seu comentário!

Você também pode gostar de algum desses

Chá de panela da Gabi
#1anoBlogHE | Parte 1
EVENTO | 1 ano Happy Ending
10 novidades do Evento Casar

Deixe seu comentário